Um casal de velhinhos está deitado na cama.A esposa não está satisfeita com a distância que há entre eles. Ela lembra:
– Quando éramos jovens, você costumava segurar a minha mão na cama.
Ele hesita e, depois de um breve momento, estica o braço e segura a mão dela.
Ela não se dá por satisfeita.
– Quando éramos jovens, você costumava ficar bem pertinho de mim.
Uma hesitação mais prolongada agora e, finalmente, resmungando um pouco, ele vira o corpo com dificuldade e se aconchega perto dela da melhor maneira possível.
Ela ainda insatisfeita:
– Quando éramos jovens, você costumava mordiscar a minha orelha.
Ele dá um longo suspiro, joga a coberta de lado e sai da cama.
Ela se sente ofendida.
– Aonde você vai?
– Buscar minha dentadura, porra!!