O padre estava atendendo no confessionário, quando deu uma inadiável vontade de ir ao banheiro.Como as confissões não podiam ser interrompidas, ele chamou uma freira que passava por ali para substituí-lo por alguns instantes.
Deixou com ela uma lista dos principais pecados e das penitências correspondentes.
A freira, muito solícita, concordou.
A primeira pessoa que ela atendeu foi uma bichinha, que já foi logo confessando:
– Padre, eu pequei.
A freira engrossou a voz para se fazer passar pelo padre:
– Qual foi o seu pecado filho?
A bichinha respondeu:
– Eu dei o rabo, padre.
A freira procurou na lista e não encontrou nada sobre dar o rabo.
Sem saber que penitência deveria dar, pediu licença e saiu à procura do padre. No caminho, encontrou um coroinha e perguntou:
– O que o padre dá para quem dá o rabo?
O coroinha respondeu:
– Pra mim ele dá um pastel e uma coca.